Disal Consórcio
Quem faz, conquista
  • 23 / 08 / 2016
  • 5 comentários

Seminovo: custo-benefício que atrai mais consorciados

Ar condicionado, bancos com ajustes de altura, chave canivete, conectividade via bluetooth. Na hora de sonhar com o carro novo, o céu é o limite. Mas nem sempre o bolso consegue acompanhar o desejo de colocar um zero quilômetro completinho na garagem.

Para quem valoriza mais os opcionais do que o cheirinho de novo, os carros seminovos têm sido uma boa escolha. E, para os consorciados, essa opção também é válida, já que depois da contemplação, a carta de crédito vale tanto para compra de novos quanto de seminovos.

É a vez dos seminovos

É possível sim ser contemplado e usar o dinheiro de um carro novo básico para comprar um carro seminovo com mais opcionais e potência.
Segundo a Fenauto (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores), 2015 registrou alta de 4,1% na venda de veículos seminovos em relação a 2014. O levantamento foi feito considerando os meses de janeiro a setembro. Entre os veículos de passeio, o aumento foi de 2,21% e entre os comerciais leves (picapes pequenas) o aumento foi de 0,86%. O Gol, queridinho da Volkswagen, é o que encabeça a lista dos carros de passeio seminovos mais vendidos, com aproximadamente 519,5 mil transferências de donos.

12 (1)

Consórcio: território seguro

Os juros sempre foram um ponto de atenção na hora de se comprometer com um financiamento bancário. Mas em tempos de orçamento mais curto e incertezas na economia, comprometer a vida financeira com custos altos para comprar um bem fica ainda mais arriscado. O consórcio então sai na frente como a compra planejada com menos custos para conquistar o carro.

E o consumidor já percebeu isso. Dados de dezembro de 2015 mostram que o faturamento do consórcio no mercado de seminovos representou 71% do total, contra 29% dos novos. Uma vantagem de se optar pelo consorcio, além de fugir das taxas exorbitantes cobradas pelos bancos, é a facilidade, a menor burocracia, e ainda poder escolher seu seminovo quando for contemplado.

11b

Dica: tenha muito cuidado ao verificar os amassados, tinturas irregulares e falta de simetria na parte externa e interna. Isso pode significar que o carro foi batido e não tenha sido informado para você.

Lembrando que, segundo o artigo 26 do Código de Defesa do Consumidor, na compra de bens duráveis (como um carro), o consumidor tem o prazo de 90 dias para reclamar de defeitos de fácil constatação. Conforme esclarece o Procon-SP em seu site oficial, essa garantia legal abrange todas as peças que compõem o veículo e o fornecedor não poderá se exonerar da obrigação de responder por todo produto.

Fazendo certo, não importa se o carro é novo ou seminovo, porque como diz a musica: “andar a pé, amor, é lenha”.

Share on Facebook541Tweet about this on TwitterShare on Google+0
VOLTAR

    1. Olá, Júnior! Orientamos que entre em contato com a nossa Central de Atendimento, pelo 0800 703 0050 ou http://www.disalconsorcio.com.br/atendimento. Eles poderão ajudá-lo com a quitação da sua cota. Para segurança dos consorciados, apenas nossa equipe de atendimento pode fornecer essas informações, após confirmação de dados do titular do consórcio. Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acesse e fique à vontade para curtir, seguir e compartilhar:

Sobre o Blog

No Blog da Disal Consórcio, você encontra tudo que precisa saber sobre consórcio de veículos, curiosidades sobre automóveis, dicas de conservação do seu carro, entre outros assuntos. Se você pretende adquirir seu veículo de maneira segura e com planejamento, acompanhe nosso blog e veja que o consórcio Disal é a melhor opção.