Disal Consórcio
Quem faz, conquista
  • 21 / 09 / 2018
  • 2 comentários

Mitos na hora de cuidar do seu carro

Ao descer a serra, você costuma colocar na banguela para poupar gasolina? No seu carro flex, coloca álcool de vez em quando só para não estragar o motor?

Você deve ter aprendido estas práticas com o seu pai, seu amigo ou até mesmo com o mecânico. Algumas faziam sentido no passado, mas podem prejudicar seriamente os veículos mais novos. Por outro lado, certas “verdades” do mundo automobilístico não passam de mitos. Conheça alguns deles e evite problemas.

1. Veículo em ponto morto economiza combustível.

Pelo contrário. Nas descidas, as rodas do veículo fazem o motor girar, por isso a injeção de combustível é automaticamente cortada. Quando você desce a ladeira com o câmbio engatado, o motor será acionado, usando mais combustível. Outra coisa: em ponto morto, sem o freio motor, há mais desgaste dos discos e dos tambores dos freios.

2. No frio é preciso esquentar o motor antes de sair.

Nem sempre. Nos modelos com injeção eletrônica, as bombas de óleo e combustível são mais eficientes. O motor será aquecido com o carro já em movimento. Só não esqueça de conferir o nível de gasolina no reservatório do tanquinho de partida a frio.

3. Carro automático estacionado na posição P dispensa o freio de mão.

De forma alguma. Estacionar sem acionar o freio de mão danifica a trava do câmbio. Ao parar o carro, puxe o freio de mão, coloque a alavanca na posição N, espere o carro ficar preso pelos freios e só então coloque na posição P.

4. A cada três tanques cheios de gasolina é preciso completar um tanque com etanol.

Nem sempre. Os veículos flex mais novos funcionam com qualquer um dos combustíveis e em qualquer quantidade. Nos modelos mais antigos, o etanol tem baixo índice de lubricidade, por isso é preciso colocar gasolina de vez em quando para a queima ficar menos seca.

5. Acelerar o carro antes de desligar lubrifica o motor.

Pelo contrário. Com o carro parado, a gasolina bombeada não é queimada. Ela escorre pelas paredes dos cilindros, prejudicando a próxima partida e aumentando o atrito nos componentes do motor.

Agora que você descobriu alguns mitos, evite gastar dinheiro para consertar seu carro por causa de práticas desnecessárias.

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0
VOLTAR

  1. Depois de ser contemplado e dp de pg as mensalidades , e se nao quiser pegar o veiculo vcs deixa o q foi pago em uma conta pra nao ter deflacao, ou e obrigatorio pegar o veiculo?

    1. Olá Davi! Após a contemplação o valor do crédito irá para uma conta vinculada, aonde terá rendimentos até o momento em que o consorciado solicite a devolução ou o faturamento do bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acesse e fique à vontade para curtir, seguir e compartilhar:

Sobre o Blog

No Blog da Disal Consórcio, você encontra tudo que precisa saber sobre consórcio de veículos, curiosidades sobre automóveis, dicas de conservação do seu carro, entre outros assuntos. Se você pretende adquirir seu veículo de maneira segura e com planejamento, acompanhe nosso blog e veja que o consórcio Disal é a melhor opção.